SóCinco

Foto por Patricia Devoraes

Após um extenso processo de seleção com mais de 1.500 garotos inscritos, Apollo Costa, Cassio Vidal, Enrico Manfio, Marlon Schuck e Pedro Lessa foram os escolhidos para formar a nova boyband brasileira: Só Cinco. Cada integrante traz com ele um pedaço do país, e juntos, acabam de dar início ao projeto criado pelo produtor chileno Koko Stambuk, em parceria com o empresário artístico Deva Santos.

Nesta segunda (25), o grupo esteve em São Paulo para a primeira apresentação oficial destinada à imprensa e convidados no restaurante Paris 6. Durante o pocket show de lançamento, os meninos performaram o single “Como a Primeira Vez“, além das duas exclusivas “Sem Esperar” e “Canção de Amor”.

Em entrevista ao Portal da Música, os integrantes falaram sobre o processo de audição, produção, trajetória e da expectativa de abrir os shows da ex-RBD Maite Perroni no Brasil. Confira:

PDM: Como foi a seleção dos integrantes para formar a banda?
Pedro: Foi um processo seletivo em que tínhamos que enviar um vídeo falando sobre a gente e cantando uma música a capella, sem conter edição. No início foram cerca de 1.500 meninos inscritos, sobrando 15, e desses 15, ficaram 5. A proposta inicial seria de 6 ou 7 garotos para o grupo, e acabou ficando apenas os cinco, resultando no nome “Só Cinco”.

PDM: Vocês já contavam com alguma bagagem musical no histórico ou é a primeira experiência?
Enrico: É a minha primeira experiência. Nunca tinha feito nada profissional
Marlon: Eu já tinha feito alguns musicais, mas nada assim tão expressivo e forte como a banda. 
Apollo: Assim como o Marlon, eu já fazia alguns musicais e a única experiência com a música tinha sido essa, no teatro.
Cassio: Eu tive uma experiência ao ser vocalista de um grupo e também sou ator, como eles (Marlon e Apollo).
Pedro: Eu fazia muito vídeo no youtube e cantava em barzinho. O meu estilo era meio sertanejo e meio pop.
Marlon: É, o Pedro e o Cassio são os que mais tem contato direto com a música.

PDM: Vocês apresentaram três músicas no estilo pop/rock. O restante do repertório segue o mesmo estilo ou terá algo mais pop?
Cassio: É mais um pop romântico.
Pedro: Uma coisa mais Coldplay, mais Bublé.
Marlon: É, na verdade são supresas. Já estamos preparando algumas novidades com o Koko, vem algo mais diferente, mas sem fugir dessa carga romântica.

PDM: E como está o andamento do CD?
Pedro: Já estamos produzindo o EP, mas ainda não temos data. Esperamos que seja o mais rápido possível (risos).

PDM: Como é trabalhar sob a direção do Koko Stambuk?
Marlon: Foi super interessante. Ele é uma pessoa incrível. Confesso que na audição eu tive um certo medo dele. Estava um pouco sério, mas depois que você o conhece, vê o quanto ele é humilde e de coração muito puro.
Pedro: Ele é uma pessoa extremamente humilde. É a marca dele, e é o que ele sempre nos passa: manter os pés no chão, sem querer subir em cima dos outros para ganhar algo. Quanto mais você sobe, mais alto você cai. Além da carga musical, claro, ele também é como um pai.
Enrico: Ele sempre impôs pra gente a humildade acima de tudo. Estamos aprendendo muito com ele.

PDM: E qual a expectativa de abrir o show da Maite Perroni?
Marlon: A melhor possível. Estamos todos nervosos (risos)
Pedro: A melhor. Por mais que estejamos nervosos, estamos bastante confiantes.
Enrico: Foi uma surpresa, tanto para os fãs dela, quanto pra gente. Ela faz um enorme sucesso em toda América Latina. Não esperávamos.
Marlon: E ela fez parte da nossa vida também, quando estava no RBD. É um processo de trabalho e ao mesmo tempo de realização.

PDM: E o que os fãs podem esperar do show?
Enrico: O objetivo principal da nossa banda é criar uma outra expectativa sobre a música pop brasileira. Queremos deixar uma marca. Não podemos falar, porque é segredo, mas eles vão gostar do que estamos preparando.
Pedro: É importante ressaltar que nós escrevemos as músicas com a intenção de que as pessoas se identifiquem com ela. 
Apollo: Se você analisar as letras de nossas músicas, vai perceber que elas falam muito se sentimentos. São sentimentos e fases que todos já passaram, está passando ou vai passar na vida, então acho que muitos vão se identificar. E é isso que nós queremos, porque não estamos ali cantando por cantar, estamos cantando com a alma e o coração, assim como as letras também foram escritas desta forma.

As primeiras apresentações da “Só Cinco” estão marcadas para novembro, durante a abertura da turnê brasileira da ex-RBD Maite Perroni, que passará por Belo Horizonte, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo. Os ingressos já estão disponíveis através do site: www.descontorapido.com.br.

Assista ao videoclipe de “Como a Primeira Vez”: