Guns N’ Roses faz homenagem a Ayrton Senna em São Paulo

Marcelo Rossi / Divulgação
Marcelo Rossi / Divulgação
Marcelo Rossi / Divulgação

Marcado para as 22h, o show do Guns N’ Roses em São Paulo, nesta sexta (28), começou com 1h30min de atraso. Sem vaias ou demonstrar qualquer tipo de cansaço, as 22 mil pessoas presentes na Arena Anhembi, estavam preparadas para o atraso costumeiro de Axl Rose.

Após a apresentação das duas bandas escaladas para abertura do evento, as luzes se apagaram e finalmente foi a vez dos norte-americanos entrarem em cena. “Chinese Democracy “, música que leva o mesmo título do último disco, abriu o show.  A voz de Axl, falha em diversas situações, era muitas vezes, abafada pela multidão.

Escalada de cara para dar continuidade à noite, o clássico “Welcome To The Jungle” aumentou ainda mais a euforia da plateia, formada por jovens e adultos uniformizados com camisetas da banda. “It’s So Easy” e “Mr. Brownstone” vieram na sequência, com um Axl, aparentemente, mais disposto.

Mas, mesmo com sua disposição física, o vocalista de 52 anos não consegue segurar as notas por muito tempo. Entre uma música e outra, Axl se desloca até o canto do palco para “pedir o auxilio” de uma bombinha de asma que o acompanha nas apresentações.  A falta de controle sobre a voz pôde ser notada em “Estranged”, que mais uma vez, contou com um coro dos fanáticos que se sentiam realizados apenas por esta frente ao astro, sem se importar com os deslizes.

Os primeiros acordes de “Sweet Child O’Mine” trouxe ainda mais gritos à Arena, e claro, um acompanhamento de milhares de vozes cantando o sucesso. Em seguida, com Axl em um piano, foi a vez de “November Rain” emocionar a plateia. Os guitarristas, separadamente, reproduziram o solo antes tocado por Slash.

Os paulistas tiveram um momento mais do que especial durante o show.  O guitarrista Bumblefoot relembrou o piloto brasileiro Ayrton Senna, com o “Tema da Vitória” – música que marcou a carreira do ícone da Fórmula 1, durante suas conquistas nas pistas.

“Paradise City”, acompanhada de alguns fogos de artifício, marcou o final da apresentação de quase 3 horas do Guns N’ Roses, em São Paulo.

A banda ainda passa por Curitiba neste domingo (30), Florianópolis (1 de abril), Porto Alegre (3), Recife (15) e Fortaleza (17).

COMPARTILHAR