Mesmo ‘fria’, Avril Lavigne faz show repleto de sucessos e empolga plateia em São Paulo

Foto por Marcelo Rossi / T4F Divulgação
Foto por Marcelo Rossi / T4F Divulgação
Foto por Marcelo Rossi / T4F Divulgação

Cobertura exclusiva Flah Press: www.flashpress.com.br | Por Guilherme Mendes

Aos 29 anos, a canadense Avril Lavigne parece ter congelado no tempo e mantém o mesmo rosto de quando lançou o seu primeiro álbum, “Let Go”, em 2002. Apesar da semelhança física de anos atrás, a energia e a entrega no palco já não é a mesma daquela garota cheia de atitude que vimos crescer.

Na última noite (29), em São Paulo, Avril fez a primeira, das cinco apresentações agendadas no Brasil. Na plateia, a impressão é de que os fãs também congelaram no tempo, já que a maioria eram meninas entre 15 e 20 anos – muitas delas eram bebês quando a cantora começou -, mas que ainda assim, cantavam todas as músicas do começo ao fim.

Com apenas 10 minutos de atraso, a cantora subiu ao palco do Citibank Hall às 21h40 e foi recebida por gritos ensurdecedores.  Enquanto imagens de Marilyn Manson eram exibidas no telão, Avril abria o show com “Bad Girl”, faixa de seu mais recente disco, gravada em parceria com o cantor, seguida de “Here’s To Never Growing Up”, do mesmo álbum.

Em meio a poucos movimentos pelo palco e sorrisos limitados, Avril cedeu ao carinho do público brasileiro e já na segunda parte do show, no final de “Give You What You Like” soltou um ‘São Paulo, eu te amo’, com direito a sinal de coração com as mãos.  “When You’re Gone” e “Nobody’s Home” também fizeram a alegria da plateia. Ponto alto para o sucesso “I’m Whit You”, que contou o acompanhamento em peso dos fãs, além de muitas lágrimas e um ‘obrigado, Brasil’ no final.

A terceira parte do show foi uma verdadeira viagem ao tempo para quem acompanha a cantora desde a época em que ela usava gravatas e andava de skate.  Após uma compilação de imagens de todos os clipes de sua carreira, ela voltou ao palco com o hit “Complicated”, de 2002. Os clássicos “Don’t Tell Me” e “My Happy Ending” também foram praticamente abafados pelas vozes do público presente. Em “He Wasn’t”, Avril fez a – já clássica – brincadeira de pedir silêncio aos fãs no meio da música. Após “Sk8er Boi”, ela, juntamente com a banda, se despediu dos fãs, que aguardaram o bis.

Vestindo uma saia coberta de Hello Kitty’s e os chifrinhos na cabeça por um laço, Avril voltou ao palco para apresentar o seu atual single “Hello Kitty”. A música que leva um ritmo mais eletrônico e dançante, porém, não foi apresentada na mesma empolgação. Para encerrar o show de aproximadamente 1h30 de duração, a canadense apresentou “Girlfriend”.

Hoje (30) Avril Lavigne se apresenta novamente em São Paulo, depois segue para o Rio (2 de maio), Belo Horizonte (3) e fecha a turnê brasileiroa em Brasília (4).

COMPARTILHAR