Nunca se falou tanto sobre carreira internacional de artistas brasileiros como atualmente. E com razão, já que parte do elenco pop e funk do país tem ganhado notoriedade mundo a fora, em parcerias musicais com grandes nomes mundiais.

A ascensão da música latina tem uma parcela de responsabilidade no alto índice de exportação de artistas brasileiros, contribuindo para que a música nacional também estivesse sob o olhar de artistas e produtores de notoriedade global. Mas esse não é um episódio totalmente novo na música brasileira.

Se hoje temos Anitta, Pabllo Vittar, Luiza Sonza, IZA, entre outros nomes despontando como queridinhos de artistas internacionais, nos anos passados também tivemos cantores envolvidos em parcerias gringas – algumas bastante inusitadas.

Confira abaixo uma lista com ‘10 feats de brasileiros com gringos que você provavelmente não se lembra‘:

Nelly Furtado e Di Ferrero – All Good Things (Come To An End)

Filha de portugueses, a cantora luso-canadiana Nelly Furtado sempre teve vínculos afetivos com o Brasil. Em 2003 escreveu uma música com Caetano Veloso e alguns anos depois, em 2008 convidou Di Ferrero – na época ainda vocalista da banda NX Zero – para uma versão especial do Single “All Good Thing”.

A faixa permaneceu durante meses entre as mais tocadas das rádios de todo o país. Em 2010, durante a turnê ‘Mi Plan’ no Brasil, os dois artistas se encontraram no palco para uma performance ao vivo da música.

30 Seconds To Mars e Pitty – The Kill

Ainda em 2008, outra parceria de um artista brasileiro e internacional tomava conta das estações de rádio de todo o país. Trata-se da banda americana Thirty Seconds To Mars e Pitty, em ‘The Kill’.

Com a encarreira ainda engatilhando em nosso país, a banda liderada por Jared Leto decidiu apostar em uma parceria estratégica para divulgar o segundo disco de sua carreira, ‘A Beautiful Lie’. E a escolha foi certeira! Em uma roupagem acústica, a parceria com a brasileira ficou durante muito tempo na lista das músicas mais tocadas no Brasil.

Akon e Negra Li – Beautiful

Com o lançamento do seu terceiro álbum em estúdio, ‘Freedom’, o rapper Akon decidiu investir em uma estratégia especial para estreitar o relacionamento com públicos de outros países. O single escolhido foi ‘Beautiful’, que ganhou inúmeras versões com artistas locais convidadas – e direito a clipe para cada uma delas.

No Brasil, Negra Li foi a escolhida para acompanhar o rapper na animada versão, com trechos em português. A música alcançou o top 3 da Brasil Hot 100 Airplay – atual Top 100 Brasil da Billboard.

Paula Fernandes e Taylor Swift – Long Live

O ano era 2012. E mesmo que na época Taylor ainda trazia fortes traços do country em seus trabalhos, temos aqui uma parceria bastante inusitada. Com a intenção de fortalecer o nome de uma das grandes promessas da casa naquela época, a gravadora Universal Music juntou Paula Fernandes e a norte-americana em uma versão de Long Live – sucesso de Taylor Swift do disco Speak Now.

A parceria, no entanto, não agradou muito os fãs de Taylor, já que neste mesmo ano, a cantora fazia a sua transição para o pop, com o disco ‘Red’. Foi, inclusive, na divulgação deste no Brasil, que as duas artistas se encontraram para uma performance ao vivo da música.

Wanessa Camargo e Ja Rule – Fly

Pouco tempo antes de embarcar de vez em um álbum totalmente em inglês, Wanessa Camargo deu o primeiro passo em uma parceria deliciosa com o rapper norte-americano Ja Rule. ‘Fly’ fez parte do sexto álbum da cantora, “Meu Momento”, e lançada em 2009.

A música emplacou nas principais rádios do país, como Mix, 89!, Metropolitana e alcançou um feito único na carreira de Wanessa, sendo a primeira faixa dela a tocar na emissora Joven Pan.

Manu Gavassi e Dulce Maria – Antes Que Ver El Sol

Apesar de seu trabalho alcançar a massa apenas em 2020, após a sua participação no BBB 20, Manu Gavassi possui uma extensa carreira, de mais de 10 anos, com álbuns e singles lançados.

Em 2014, a brasileira foi convidada pela ex-RBD Dulce Maria, para participar de uma versão em português da faixa “Antes Que Ver el Sol”, do seu terceiro disco ‘Sin Fronteras’.

COMPARTILHAR