Banda CPM 22 é vítima de descaso em companhia aérea

Gol não embarca equipamento do grupo e show de aniversário de cidade em Goiás é quase cancelado. Banda teve que arcar com o aluguel de instrumentos e material de áudio de última hora na cidade.

Mais um capítulo do precário serviço das companhias aéreas do Brasil aconteceu este final de semana, prejudicando seriamente a banda CPM 22. A companhia aérea Gol nao embarcou o equipamento da banda no vôo 1131 de sábado (30), que saía de Manaus às 4h10 da manhã, para Goiânia, com conexão em Brasília e chegada na capital de Goiás às 9h30 da manhã. Todo o esforço do grupo para cumprir – com largo espaço de tempo – a agenda de shows do final de semana foi prejudicada pela Gol sem qualquer explicação convincente.

A banda cumpriu as obrigações para embarcar o material, entregando o equipamento devidamente fitado e etiquetado no setor de cargas da empresa com mais de duas horas de antecedência. Ao chegar em Goiânia, o grupo teve a infeliz notícia que o equipamento nao havia sido embarcado, sem qualquer explicação. A empresa chegou a garantir que os instrumentos chegariam às 20h (o que não aconteceu), mas a produção não iria arriscar o show que aconteceria às 23h e o CPM 22 teve que alugar de última hora os equipamentos necessários para realizar o evento de aniversário da cidade de Sanclerlândia, a 120km da capital, cujo local de realização do evento já estava lotado de fãs à espera da banda. “As companhias aéreas têm obrigação de embarcar esse tipo de equipamento quando compramos os bilhetes em grupo, avisamos do peso, fazemos nossa parte para o despacho e estamos nos locomovendo para realização de evento“, afirmou Alexandre Ramos, empresário do grupo.

O CPM 22 está em turnê pelo Brasil de seu novo disco, “Depois de um longo inverno“, lançado pela Performance Music.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here