Neste domingo, 22, o Radiohead voltou a se apresentar em São Paulo, após 9 anos desde o seu último show na cidade. A banda foi a atração principal do SOUNDHEARTS Fetival, tocando ao lado de Junun, do DJ Flyng Lotus e dos brasileiros do Aldo The Band.

No palco, os ingleses mostraram um show consistente e intenso, passeando pelas diversas fases de sua discografia e animando o público de aproximadamente 30 mil pessoas – de acordo com a produção – no Allianz Parque.

A mistura entre a dança e a melancolia

O início do show do Radiohead é simples, com as luzes apagadas e apenas um globo espelhado localizado na parte superior palco refletindo em todo o estádio. Com um piano, Thom Yorke e seus companheiros tocam “Daydreaming”, faixa do último álbum, “A Moon Shaped Pool”, lançado em 2016.

O clima intimista acaba em seguida, com “Ful Stop”, onde um imenso telão é projetado ao fundo do palco. Bem conectado com as canções, York arrisca passos e gestos dançantes que se misturam aos sintetizadores e guitarras do show.

Tudo acontece de forma crescente, e com o avanço de músicas como “15 Step”, “You and Whose Army?” e a potente “Myxomatosis”, o público vai, aos poucos, se entregando ao grande experimento ao vivo da banda.

Stephan Solon / Divulgação

Algumas faixas, como “Idioteque”, também ganham uma roupagem nova na atual turnê, com batidas mais enérgicas, agregando um pouco de psicodelismo ao ambiente.

O setlist, que contou com algumas alterações com relação ao show apresentado anteriormente, no Rio de janeiro, também cedeu espaço às faixas mais melancólicas, como “All I Need” e “Weird Fishes/Arpeggi”, que cantada em coro pelo público.

Em “Exit Music (for a film)” o show ficou mais uma vez por conta da plateia, que transformou o estádio em um mar de luzes com celulares. Ao fim da música, a banda agradeceu o carinho dos brasileiros.

Com cerca de 2h15 de show, o Radiohead encerrou a sua apresentação em SP com “Paranoid Android” e a balada “Fake Plastic Trees”, pegando o público de surpresa sem o hit “Karma Police”.

A essa altura do campeonato, percebe-se que a banda está mais atenta aos experimentos e envolvimento dos fãs com o show, do que com a apresentação do hits de sua carreira.

Confira o setlist do show do Radiohead em São Paulo:

  • Daydreaming
  • Ful Stop
  • 15 Step
  • Myxomatosis
  • You and Whose Army?
  • All I Need
  • Pyramid Song
  • Everything in Its Right Place
  • Let Down
  • Bloom
  • The Numbers
  • My Iron Lung
  • The Gloaming
  • No Surprises
  • Weird Fishes/Arpeggi
  • 2 + 2 = 5
  • Idioteque
  • Exit Music (for a Film)
  • Nude
  • Identikit
  • There There
  • Lotus Flower
  • Bodysnatchers
  • Present Tense
  • Paranoid Android
  • Fake Plastic Trees