Passavam 36 minutos da meia-noite quando o Guns N’Roses finalmente iniciou seu show, mas a alegria de quem já estava cansado de esperar durou pouco. No início da primeira música da noite, Chinese Democracy, Axl Rose caminhou pela rampa no lado direito do palco, que o levava mais para perto da platéia VIP do show. Não andou mais do que 10 passos e foi atingido por um vasilhame cheio d’água, que estourou no seu peito e molhou a roupa. Ele começou a berrar para a banda: STOP, STOP, STOP.

Com o show interrompido, começou a gritar para o agressor: “C’mon, covarde! Quer jogar? Vá se foder!”, vociferava, apontando para alguém na platéia. Outras pessoas na pista berravam que queriam show, que tinham pago caro para ver show, mas Axl estava furioso. Passados uns 3 ou 4 minutos, disse que ia dar agora um pouco de diversão à platéia, e finalmente iniciou o show.

“Vocês sabem onde vocês estão? Vocês estão na selva”, e iniciou Welcome to the Jungle. Em outro momento, chamou ao palco a modelo Ellen Jabour para pedir que ela traduzisse um recado para a audiência. “Ele gostaria que todos andassem um passo para trás aqui na frente. Para todo mundo curtir o show em segurança”, explicava Ellen, que veio do fundo do palco, onde também assistia ao show o cantor Sebastian Bach abraçado à namorada.

Axl recolhia as oferendas jogadas no palco pelos fãs e as guardava: camisetas da seleção brasileira, bandeiras do Brasil, rosas. Colocou rosas no peito e uma bandeira no microfone. Trocava de roupas e ia para o fundo do palco a cada nova canção. O cantor parecia bastante animado e a plateia respondia com entusiasmo, embora esgotada pela demora em iniciar o show.

Fonte: Estadão